AS OPORTUNIDADES PÓS-CRISE

O terceiro episódio da série “Notáveis do TRC” foi marcado por temas que reforçaram as dificuldades enfrentadas pelo setor, mas acima de tudo, as oportunidades e desafios que estão por vir no cenário pós-crise.

Para relatar as experiências com a retomada das atividades, a TranspoData convidou o empresário Giulio Rossi, diretor da Accademia Tecniche Nuove na Itáia,  um dos países mais afetados durante a quarentena. Rossi relatou que no país europeu o lockdown foi uma realidade, e que as restrições foram maiores que a do Brasil.

O diretor da Accademia Tecniche Nuove relatou que a situação ainda é de atenção, apesar da retomada gradual dos negócios: “O que acontece é que agora tudo é mais devagar. Ainda estamos todos um pouco no aguardo do que vai acontecer, já que qualquer coisa pode acarretar ao aumento do número de contaminados ou mortos, tendo como consequência novamente o fechamento de tudo”, explicou. No entanto, Giulio Rossi afirmou que as empresas italianas receberam um bom auxílio do governo, e que uma das medidas de maior ajuda foi o Caixa de Integração ao Salário: “A empresa paga uma parte do salário e o governo paga o restante. Essa é uma grande ajuda para uma empresa, porque claro, é um dos custos que vai diminuir”.

Desafios e possíveis soluções

Já no Brasil, Flávia Mello, sócia-diretora da MasfLog Transportes relatou que a situação para o TRC é complicada em algumas áreas. No estado da Bahia, por conta da pandemia, muitos caminhoneiros tiveram dificuldades de se alimentar, e por isso, a empresa entregou, como forma de colaborar com a situação, kits com alimentos, e produtos de higiene para seus funcionários, numa forma de mantê-los abastecidos durante as viagens.

O sócio-diretor da Mabruk Transportes, Vinícius Fernandes, defendeu que devido a tantos percalços causados pela pandemia, já está mais do que na hora do governo repensar algumas medidas. Fernandes defendeu que o governo dê mais atenção para questões como o preço do combustível, que tem grande efeito na economia de tantas transportadoras, e que no momento de verba reduzida, se torna um problema substancial.

Luciano Pires, Criador e apresentador dos Podcasts Café Brasil e LiderCast citou os desafios emocionais que o brasileiro já passou e ainda passa. Pires comentou que o País sofreu com muitas crises econômicas, e essa é mais uma que exige um grande preparo emocional da população no geral. “Estou recomendando para todos a prática do isolamento social e a prática do isolamento de quem está trazendo, para você, essa enxurrada de maus agouros. Isso, não deixa a gente pensar, e não conseguimos tomar decisões em um ambiente de histeria coletiva”, aconselhou.

Reinventar a forma de operação da empresa foi um dos desafios, e medidas necessárias enfrentadas por Lorine Romunhão, Gerente da Roda Viva Transportes, e por toda a administração do negócio em que trabalha.”Tivemos que nos moldar e se adequar a nova estrutura, mudar o atendimento, ter mais cuidado com a carga do cliente e com o contato físico”, afirmou a gerente. Lorine explicou que essa é uma necessidade de muitas empresas, visto que o cenário inédito, obriga diversos segmentos a se reinventarem, e só assim, conseguirão sobreviver ao período de pandemia.

Para Alessandro Poletto, sócio, idealizador e diretor comercial da S.O.S. Truck, a tecnologia vai impactar verdadeiramente as relações humanas e comerciais, pois estamos diante de um divisor de águas. “O setor, que passa neste momento por grandes desafios, já dispõe de instrumentos para entender e atender os tranportadores, sejam autônomos ou empresários, com tecnologia para rentabilizar seus negócios” afirma Poletto. O tempo que a tecnologia economiza representa redução de custos desnecessários e, consequentemente, pode gerar ganho real para todo o setor. “A retomada não vai ser fácil para ninguém, mas será mais rápida para quem aproveitar todo avanço tecnológico já disponível”, concluiu Poletto.

Confira todo o debate, de forma mais detalhada, no canal do Youtube da TranspoData: https://bit.ly/transpodatapremium

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here