Licenciamento de caminhões

O segmento do transporte rodoviário de carga se mantém comprador, sustentando trajetória de recuperação dos negócios. De acordo com dados da Fenabrave, federação que representa as concessionárias, nos cinco primeiros meses do ano, o mercado de caminhões já absorveu pouco mais 39 mil unidades, crescimento de 46,9% em relação ao acumulado no mesmo período de 2018, de 26,6 mil veículos.

Somente no mês de maio, as vendas registraram alta de 61%, para 9,1 mil caminhões contra 5,7 mil unidades negociadas um ano antes. Cabe lembrar, no entanto, que a base de comparação baixa teve influência do impacto provocado pela paralisação dos caminhoneiros ocorrida em maio do ano passado. Se confrontado com abril, quando os emplacamentos chegaram a 8,4 mil veículos, a alta nos emplacamentos foi de 8,3%.

O caminhão pesado segue como protagonista na expansão das vendas. Até maio, o transportador negociou 19,9 mil modelos da categoria. Além do volume ter sido 41% acima do verificado no mesmo período do ano passado, o maior dentre todas as classes, representou 51,1% do total de licenciamentos de caminhões.

As maiores em vendas

Ao fim dos primeiros cinco meses do ano, a Mercedes-Benz assumiu a liderança isolada das vendas, com 31,6% de participação ao contabilizar 12,3 mil unidades entregues. O volume registrado pela marca da estrela de três pontas colocou uma diferença de mais 3 mil veículos sobre o desempenho da Volkswagen Caminhões e Ônibus, a vice-líder, que chegou até maio com 9 mil caminhões negociados ou 23% do total dos emplacamentos.

O ranking segue com a Volvo na terceira posição ao somar 5,8 unidades vendidas no acumulado do ano, 14,9% do mercado, com a Scania, em quarto lugar, que obteve fatia de 11,9% até maio, ao apurar 4,6 mil caminhões licenciados e a Ford, a quinta fabricante que mais vendeu no período: 3,8 mil unidades, representando 9,9% das vendas.

Completam a lista da Fenabrave, Iveco com 3,6% de participação, DAF (3%), MAN (1,6%), Hyundai (0,3%) e Agrale (0,06%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here