CARREGAR MAIS

Eixo híbrido reduz consumo de combustível em quase 30%

03/09/2015 14h50
 

Por Redação Transpodata

redacao@transpodata.com.br

A ZF participa da Transpúblico 2015 com a apresentação do seu portfólio de soluções destinadas ao transporte urbano. Os produtos atendem operações em BRTs (Bus Rapid Transits), itinerários convencionais e aplicações em linhas alimentadoras e corredores. O evento aconteceu no Transamérica Expo Center, em São Paulo, entre os dias 1º e 3 de setembro. 

Destaque no evento, o eixo AVE 130 será exposto pela primeira vez no Brasil, e permite sua aplicação em veículos com conceitos de energia híbridos em série, linhas de trólebus, bateria ou célula de combustível.

Conta com discos de freios facilmente acessíveis, além de poder ser utilizado em conjunto com combinações de pneus e rodas comuns, graças aos itens que foram adicionados para que assegurassem essa funcionalidade.

A solução desenvolvida pela ZF suporta até 13 toneladas e possui carga máxima de 2x120 kW. O eixo também pode ser aplicado em ônibus bi-articulado, quando dois AVE 130 são usados em resposta à topografia difícil, melhorando significativamente as características de tração. Os motores assincronizados resfriados por água acionam individualmente as rodas com alta densidade de potência e com redução de desmultiplicação fixada em duas etapas.

Em termos de combustível, a operação híbrida combinada com o acionamento elétrico do AVE 130 resulta na redução de consumo de combustível em até 30% na operação em comparação aos acionados por motores diesel convencionais.

Entre outras vantagens, o AVE 130 oferece importante ganho em relação ao peso. Devido aos dois motores elétricos integrados que compõem o eixo, seu peso pode ser de 200 a 500 kg menor do que o das demais soluções equipadas com motor central elétrico, transmissão intermediária e eixo acionado convencional. O produto ZF também apresenta essa vantagem quando comparado a soluções com motores sem transmissão, integrados nos cubos de rodas.

O AVE 130 já se mostrou eficaz em ônibus articulados com operação híbrida em série, combinado com um motor diesel de tamanho reduzido. Outro exemplo de sua adequação está na aplicação em ônibus acionados por baterias, que foram testados na China com o fabricante Foton, e na Turquia com o fabricante Bozankaya.

 
LEIA TAMBÉM