Uma Fenatran para chamar de minha

 

Em momento algum a Volvo sequer cogitou ficar de fora da Fenatran. Enquanto suas concorrentes manifestavam dúvidas e, outras, protelavam a decisão de participação ou não, a Volvo deixou claro sua decisão irrevogável: “vamos participar”.

E aproveitando a oportunidade para negociar valores mais generosos para a locação de espaço, a fabricante sueca montou o maior estande de sua história no evento: são 4 mil metros quadrados só de área construída. No local estarão expostos 13 caminhões da marca dos modelos FH, FMX, VM e FM. “A Fenatran é a grande oportunidade para mostrarmos o que temos de melhor”, declara Bernardo Fedalto, diretor de caminhões da Volvo no Brasil.

A empresa apresenta ainda as novas funcionalidades de seu sistema de gerenciamento de frotas, o Dynafleet. A montadora vai aproveitar o evento para lançar para todo mercado latino-americano o FH 6x4 com eixo suspensor. “Esta tecnologia vai permitir o levantamento automático do segundo eixo de tração”, diz Fedalto. A solução é indicada para aquelas operações de transporte que têm trajetos com pouca ou nenhuma carga.

“É uma economia muito importante se considerarmos que o diesel muitas vezes representa até 50% da planilha de custos do transporte”


Bernardo Fedalto

Com o suspensor de eixo ligado, o segundo eixo motriz do caminhão 6x4 é desativado e as rodas são elevadas, reduzindo o arrasto, as perdas mecânicas e o consumo de diesel. “Este dispositivo permite ao motorista ter dois eixos motrizes com o caminhão carregado. É uma solução que proporciona melhor capacidade de manobra e mais conforto quando o veículo está com pouca carga ou vazio”, afirma Álvaro Menoncin, gerente de engenharia de vendas do Grupo Volvo América Latina.

Ao acionar o sistema, o veículo passa de uma configuração de 6x4 para 4x2. “Conduzir com o segundo eixo motriz elevado poupa até 4% de combustível”, observa o gerente. “É uma economia muito importante se considerarmos que o diesel muitas vezes representa até 50% da planilha de custos do transporte”, complementa Fedalto.

De acordo com a engenharia da Volvo, o segundo eixo elevado reduz o raio de giro em até 15%, desgastando menos os pneus e os sistemas de suspensão. Outra vantagem é que, em superfícies escorregadias, o motorista pode, apenas acionando uma tecla no painel, fazer uma transferência de carga para o primeiro eixo trativo, o que resulta em Atração da feira maior aderência, reduzindo assim riscos da operação.

“Este dispositivo permite ao motorista ter dois eixos motrizes com o caminhão carregado. É uma solução que proporciona melhor capacidade de manobra e mais conforto quando o veículo está com pouca carga ou vazio”


Alvaro Menoncin

Além disso, o transportador pode reduzir outros custos, quando o veículo transitar vazio naquelas praças de pedágio que não cobram a condução com eixo levantado. O funcionamento do sistema é simples. Utilizando um engate estriado entre eixos, o segundo eixo pode ser desengatado e elevado. São apenas dois botões localizados no painel de instrumentos. Na posição de automático, um sistema eletrônico impede que o veículo trafegue com carga e o eixo elevado. Ao mesmo tempo, garante a elevação automática do último eixo quando o veículo está sem carga. A elevação é de 14 centímetros, a mesma altura que se eleva um caminhão 6x2 com eixo com dispositivo semelhante.


FMX

Para Fedalto, a nova tecnologia lançada pela Volvo tem um grande potencial. Atualmente, cerca de 50% das vendas da marca são para operações que, em algum momento, possuem trajetos onde o caminhão roda com pouca ou nenhuma carga.

Atração da feira

Já que o espaço é generoso, a Volvo aproveitou para mostrar aos visitantes seu simulador que impressiona pelo realismo. Uma cabine completa do pesadão FH foi montada no estande e permite ao usuário uma experiência virtual de direção. Como um game sofisticado, a máquina permite reproduzir a condução do caminhão em diferentes situações, cenários e topografias, simulando os movimentos e solavancos do veículo.


FM

Para quem se interessar por segurança, outro simulador vai mostrar os efeitos de um capotamento. “Mostraremos tudo o que estamos fazendo para melhorar o transporte como, por exemplo, o que a empresa vem oferecendo em conectividade. Esta é uma área na qual estamos na vanguarda”, diz Daniel Homem de Mello, gerente de marketing da Volvo. Além disso, um caminhão dourado fará alusão ao Programa de Manutenção Ouro, chamando a atenção sobre os planos de manutenção da marca.

“Mostraremos tudo o que estamos fazendo para melhorar o transporte como, por exemplo, o que a empresa vem oferecendo em conectividade. Esta é uma área na qual estamos na vanguarda”


Daniel Mello

O estande terá ainda uma série de palestras realizadas por especialistas da Volvo sobre novas tecnologias e o futuro do transporte conectado.

 
LEIA TAMBÉM