Um negócio sem crise

 

Este mercado de caminhões caiu apenas 1,52% em relação ao ano passado. São cerca de 30 mil caminhões vendidos mensalmente. De janeiro a julho deste ano foram negociados 188.688 caminhões. A previsão é fechar este ano com um total bem perto das 350 mil unidades vendidas. Estamos falando de outro País? Não. São dados oficiais do mercado de caminhões usados no Brasil. Enquanto as concessionárias das marcas penam para, juntas, venderem perto de seis mil unidades de novos por mês, as lojas de caminhões usados espalhadas pelo Brasil vendem esta quantidade de caminhões em apenas uma semana.

Neste mercado específico a crise não deu as caras. Historicamente sempre foi um mercado três vezes maior que o dos novos. Agora, com esta marcha a ré nos negócios dos novos com o mercado dos seminovos mantendo a mesma aceleração de sempre, a diferença salta aos olhos e sobe para quatro vezes o tamanho dos novos. Salto que vem chamando a atenção das grandes montadoras, Mercedes-Benz, que é líder inconteste dos usados - quatro em cada dez caminhões usados comercializados no Brasil são da marca da estrela – e das suecas Scania e Volvo.

A Mercedes-Benz criou uma grande loja própria de usados em 2013, a rucks, na cidade de Mauá, cidade vizinha ao ABC paulista. E agora quer expandir suas que os lojistas já conhecem muito bem. A fabricante quer abrir uma loja experimental em Minas Gerais e busca fazer parcerias com suas concessionárias para criar postos avançados para vendas de usados em outras regiões do Brasil.

“Nos últimos anos, o segmento de caminhões usados vem crescendo de forma consistente no Brasil. Em sintonia com este movimento do mercado, a rucks oferece excelentes oportunidades para o cliente trocar o seu veículo por um zero km ou por um mais novo”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Venda de Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz.

De acordo com o executivo, a comercialização de veículos por meio da rucks tem contribuído de forma importante para alavancar as vendas de novos. “Em 18 meses vendemos aproximadamente 680 caminhões zero km aceitando seminovos na troca”, diz Leoncini. Outro negócio que anima os executivos da Mercedes-Benz é a imensa possibilidade de se vender serviços aos usados. “rucks também tem colaborado para um maior volume de serviços e de peças, gerando mais resultados para a empresa e para nossos concessionários”.

“A rucks adequou às características do mercado brasileiro os mesmos conceitos e padrões da TruckStore, modelo de negócio de caminhões usados utilizado pela Daimler, com sucesso, em 14 países da Europa e também nos Estados Unidos e na África do Sul”, afirma Fabian Seifarth, gerente de Vendas de Veículos Seminovos da Mercedes-Benz.

“Um grande diferencial de mercado é a oferta da Garantia Selec-Trucks”, destaca Fabian Seifarth. A Garantia rucks oferece diversos benefícios ao cliente, como a proteção contra gastos inesperados e atendimento em todo o Brasil. Não possui limite de quilometragem, reembolsa 100% dos custos com reparos até o valor de venda do veículo e não possui franquia.

SuperZerado – A Scania está de olho neste mercado de usados há bem mais tempo que a Mercedes- Benz. Criado em junho de 2002, o SuperZerado – programa de comercialização de caminhões seminovos e usados da Scania – tem por objetivo facilitar a troca de veículos usados por modelos zero-quilômetro.

O SuperZerado da Scania também faz negócios com veículos de toda as marcas e oferece garantia de seis meses. Quem tem um caminhão com idade igual ou inferior a dez anos e quer trocá-lo por um novo pode ir direto a qualquer concessionária da marca.

Os caminhões são adquiridos pela Scania e transferidos para o nome da montadora com toda a documentação de transferência verificada e aprovada, passando a fazer parte de seu estoque fiscal. Uma vez dentro do estoque, o veículo poderá ser reservado e comercializado por qualquer concessionária da marca. Os clientes Scania interessados em conhecer mais sobre o programa basta acessar site específico www.superzerado.scania.com.br.

Viking - O Programa Viking, da Volvo, é um dos pioneiros para vendas de usados e está no negócio há 17 anos com mais de 12 mil unidades comercializadas neste período. Os interessados podem rocurar ofertas no website da marca www.seminovosvolvo.com.br ou nas concessionárias da marca. “A Auto Sueco São Paulo é a primeira concessionária do país a disponibilizar veículos usados diretamente da montadora”, lembra Edgard Verillo, Gerente Comercial de Seminovos.

 
LEIA TAMBÉM