Otimismo moderado

 

Vamos esquecer de vez a fatídica edição de 2015 da Fenatran. Foi um fim melancólico de uma era. Fim também da feira no apertado, desconfortável e quente espaço do Anhembi. Esta nova Fenatran, com espaço novo, mais moderno e confortável, marca um novo momento da indústria de caminhões. Nesta edição, todas as grandes marcas estão presentes. A Fenatran volta a ser Fenatran, o principal evento do setor do Brasil e um dos principais do mundo. Portanto, esqueceça 2015. Vamos viver o primeiro ano do início de uma retomada cujos principais sinais começaram a aparecer ainda no final deste primeiro semestre. Há tempos grandes vendas não eram realizadas, e elas voltaram. Mercedes-Benz, MAN, Volvo, Scania e Iveco fizeram vendas importantes neste ano.

Quem circular pelos corredores desta Fenatran vai encontrar uma série de novidades em caminhões, motores, implementos, componentes e pneus. Focamos, nesta edição da TranspoData, no que foi possível apurar antes de a feira começar, mas na edição de dezembro vamos sair com uma análise mais profunda de todas as novidades e suas potencialidades no mercado nacional. Montadoras não dão ponto sem nó. Nunca. Quando vimos uma Fenatran esvaziada em 2015, foi possível prever a dureza que seria 2016. Mas, quando nos deparamos com uma Fenatran repleta de novidades, com todos os espaços ocupados, e até com marcas neófitas no negócio de veículos comerciais no Brasil, o sinal é tão claro como evidente: daqui para a frente, o otimismo será diferente; moderado, mas mais assertivo!

 
LEIA TAMBÉM