Década de fortes emoções

 

O Brasil não é para principiantes”. Esta frase atribuída a Tom Jobim, o grande músico brasileiro, define muito bem os desafios de um país tão gigante de recursos e oportunidades, mas que, por outro lado, muitas vezes patina como um veículo no atoleiro.

Nos últimos 10 anos, os altos e baixos da economia brasileira, somados à falta de previsibilidade, provocaram um rally de surpresas e de fortes emoções – pena que muitas delas, infelizmente, impactaram de forma negativa o mercado de veículos comerciais. A indústria automobilística do País chegou até a viver momentos de grande euforia, mas essa situação não se sustentou e voltamos a um volume de vendas de caminhões de 20 anos atrás.

Mas, enfim, mesmo num cenário como esse não ficamos e nem ficaremos parados. No caso da Mercedes-Benz, realizamos muito nos últimos 10 anos. Fomos a única fabricante de veículos comerciais a renovar, ao mesmo tempo, toda a sua linha de caminhões, ônibus e comerciais leves. Ampliamos notavelmente o portfólio de produtos e serviços de pré e de pós-venda. Entramos no negócio de caminhões seminovos e lançamos o consórcio da própria marca. E estamos mantendo nossos investimos de mais de R$ 730 milhões para as plantas de caminhões entre 2015 e 2018, além de mais de R$ 700 milhões na fábrica de automóveis de Iracemápolis e R$ 70 milhões para a construção do campo de provas de caminhões e ônibus, nessa mesma cidade.

Até 2020, esperamos muito mais surpresas e emoções. A crise política segue, por enquanto, interminável, o que atrapalha inevitavelmente a economia. As reformas estão em cheque, mas no dia a dia precisamos, mais do que nunca, de previsibilidade. Queremos e precisamos trabalhar com regras claras e sólidas de mercado, para buscarmos a tão sonhada competitividade da indústria brasileira. Para atrair confiança e investimentos, nosso setor e o próprio país necessitam de condições econômicas favoráveis, como inflação sob controle e juros mais baixos. Só assim, poderemos retomar o crescimento, gerando divisas para o Brasil, rentabilidade para as empresas, emprego e renda para os trabalhadores.

Com mais de 60 anos no Brasil, a Mercedes-Benz tem mantido seu compromisso de entregar soluções aos transportadores de cargas e de passageiros. E não deixou também de trazer novas tecnologias e inovações para o mercado brasileiro, contribuindo para a eficiência e rentabilidade dos negócios de seus clientes. Vem desse compromisso a liderança histórica da Empresa nas vendas de caminhões e ônibus e seu pioneirismo no setor.

A Mercedes-Benz segue, mais do que nunca, em sintonia com o cliente e orientada para o futuro. No nosso dia a dia, trabalhamos com foco em soluções cada vez mais eficazes para hoje, sem deixar de olhar para as demandas de médio e longo prazo. Isso, aliás, reflete a essência do compromisso que estabelecemos no slogan “As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve”.

 
LEIA TAMBÉM