Mercado de 100 mil caminhões até o final desta década

 

A indústria de caminhões viveu nos últimos 10 anos um dos melhores momentos da sua história e também grandes mudanças. Os motores passaram de mecânicos a eletrônicos, atingimos o estágio Euro 5 e conseguimos trazer novas tecnologias para os clientes, contribuindo com o meio ambiente.

Vivemos a euforia de um mercado de 170 mil unidades. Quando assumi a direção da Ford Caminhões, em 2015, a indústria já estava reduzida a 75 mil unidades e eu acreditava que não poderia ficar pior. Mas tenho certeza de que em breve vamos fechar um ciclo de recessão, podendo nos concentrar no que sabemos fazer de melhor, que é trazer novidades com foco nos três pilares da marca Ford Caminhões, que são produto, relacionamento com o cliente e serviço.

Mantemos nossa visão otimista de que até o final da década a indústria de caminhões chegará ao patamar de 100 mil unidades. O caminhão é e vai continuar sendo o principal meio de transporte do País, responsável pela movimentação de aproximadamente 65% tudo o que é consumido. Tudo o que vemos à nossa volta, desde material de construção, alimentos e bebidas a eletroeletrônicos e automóveis, é transportado dessa forma.

Se há uma coisa que podemos ter certeza é que o caminhão vai continuar sendo uma das grandes ferramentas a movimentar este País. E independentemente do programa Rota 2030, que vai nortear o caminho para a evolução da indústria automotiva, veremos a tecnologia de caminhões continuar a avançar para aumentar a segurança nas estradas. São avanços como a transmissão automatizada do Ford Cargo Torqshift, a nossa linha Fordtrac de telemetria para controle de frota e os contratos de manutenção FordService, pois manter o veículo bem conservado também é essencial para a segurança, além de ter um impacto importante na economia da operação.

Aproveito para parabenizar toda a equipe da Transpodata pelos 10 anos de existência, fazendo uma cobertura abrangente e competente do nosso setor, e para lembrar que este ano é especial também para a Ford, quando completamos 60 anos de produção de caminhões no Brasil.

O nosso novo lema, “Seu mundo não pode parar”, é uma inspiração que vale para os negócios do cliente, para nós da Ford Caminhões e também para a Transpodata. É a reafirmação de que vamos continuar trabalhando para construir um País e um mundo melhor.

 
LEIA TAMBÉM