A era do amadorismo e do desprezo à qualidade chega ao fim

 

Transpodata entra agora em nova fase. Acompanhando a evolução do setor de transportes, seguimos mantendo a versão impressa que sempre vai ter público fi el, mas estamos na vanguarda das soluções digitais oferecendo conteúdos com alto padrão de qualidade. Inclusive, a própria versão impressa da revista também é disponibilizada, em nosso portal, no modo digital. Não como um mero e anacrônico arquivo PDF, mas como uma revista inteiramente redimensionada para ser lida em ambiente web. Isso permite a navegação mais amigável e a leitura de maneira mais dinâmica e eficiente.

Trabalhamos arduamente neste duro período de crise para oferecer ao mercado a mais completa plataforma de comunicação do setor de transporte voltada exclusivamente para frotistas e motoristas empreendedores: atuamos com a revista, analisando os fatos mais relevantes; temos o portal para as notícias do dia a dia, aprimoramos nosso canal no Youtube para quem prefere se informar com vídeos, fortalecemos nossa presença nas redes sociais com ênfase no Facebook para contemplarmos aqueles que buscam informações mais rápidas e, também, inovamos com podcasts.

Contudo, só atuamos nestas diferentes mídias de maneira profi ssional. Não praticamos experiências amadorísticas que primam pela pressa e desprezam a qualidade. Ficou na década de 1980 aquele perfi l de frotista ou mesmo motorista que aceitava qualquer coisa sem o menor zelo pela qualidade. Profi ssionais do setor que realmente decidem, aqueles que fazem mesmo a diferença, querem modernidade sim na hora de buscar informações relevantes sobre seu negócio, mas não aceitam produtos mal feitos assim como fazem questão de caminhões modernos com alta tecnologia embarcada.

 
LEIA TAMBÉM